Blog do Jetro

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Conferência do Meio Ambiente foca na destinação de resíduos sólidos.

A 1ª Conferência Municipal do Meio Ambiente de Curitiba, realizada no último sábado, 17, no Salão de Atos do Parque Barigui, reuniu cerca de 300 pessoas e estabeleceu metas e proposições que serão levadas paras as conferências Estadual e Nacional respectivamente.  De acordo com o secretário Municipal de Meio Ambiente, Renato Lima (PV), as ideias e princípios formulados na Conferência Municipal serão essenciais para o desenvolvimento sustentável de Curitiba e servirão para o Paraná e para o Brasil. “Nossa expectativa é que o resultado das discussões daqui seja potencializado nas conferências Estadual e Nacional. Elaboramos diretrizes importantes em todos os eixos de discussão”, ressaltou o secretário. 

O tema central foi a Política Nacional de Resíduos Sólidos, dividido em quatro eixos principais: 
Produção e consumo sustentável; 
redução dos impactos ambientais; 
geração de emprego e renda; e 
educação ambiental. 

“Dentre as proposições posso destacar a decisão para despoluição dos nossos rios e um entendimento com a Sanepar para o devido tratamento do esgoto. Além disso, avançamos nas propostas por uma cultura sustentável, privilegiando a compra de produtos que gerem pouco ou nenhum resíduo”, disse Lima, destacando que a Conferência foi um bom momento para a cidade. “Pela primeira vez nos reunimos em Curitiba para tratar especificamente dos temas relacionados ao Meio Ambiente. Isso é histórico”. O secretário também destacou a ampla representação na Conferência, com a presença da sociedade civil organizada, representantes dos governos e casas legislativas, ONGs e outras instituições. Além do secretário, que faz parte da Executiva Estadual do Partido Verde, se fizeram presentes a deputada federal Rosane Ferreira, presidente do PV estadual, o seu vice, vereador e presidente da Câmara de Curitiba, Paulo Salamuni e o superintendente de Controle Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Raphael Rolim de Moura, secretário Estadual de Relações Institucionais do PV. Para Raphael Rolim de Moura, o destaque da Conferência foi o alto nível das discussões. “Todos tiveram liberdade para expor suas demandas e acredito que os segmentos que participaram, como o dos catadores, por exemplo, saíram fortalecidos”, disse. 

Na abertura da Conferência, a deputada Rosane falou sobre os desafios que a cidade de Curitiba tem pela frente. “No Congresso, quando falamos em meio ambiente, os deputados de outros estados dizem que somos um exemplo, que reciclamos o lixo e respeitamos a natureza, porém nós sabemos que há muito por fazer para que Curitiba seja uma cidade sustentável. São várias questões a serem melhoradas, desde a coleta, por exemplo. Os trabalhadores da coleta domiciliar de resíduos são expostos a uma rotina extenuante de trabalho, a um esforço físico absurdo. Estou certa que esta conferência pode apontar saídas para muitos dos nossos problemas”, destacou a deputada. As propostas defendidas na Conferência Municipal serão rediscutidas na Conferência Estadual, a ser realizada em Foz do Iguaçu nos dias 5 e 6 de setembro e na IV Conferência Nacional de Meio Ambiente, que acontece em Brasília, de 24 a 27 de outubro. 

Fonte : PV.PR - See more at: http://pv.org.br/2013/08/21/conferencia-do-meio-ambiente-foca-na-destinacao-de-residuos-solidos/#sthash.648Icm95.dpuf